Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Fábio Marcondes: "Eu não devo satisfação a vocês" e mete a mão na cara de munícipe



A HISTÓRIA CONTADA DO INÍCIO ATÉ O TAPA! Antes de assistir ao vídeo é importante ler a narrativa. Quer saber como tudo aconteceu? Vem comigo:
 1 - Primeiramente o passado do nobre Vereador antes de se eleger político em nossa cidade. Fábio Ferreira Dias Marcondes é um velho conhecido da justiça do Mato Grosso do Sul (MS), acumula diversos processos, inclusive por agressão física.
2 - A história começa quando os movimentos sociais rio-pretenses criticam a postura deste Vereador publicamente por não cumprir sua obrigação como representante de nossa gente, se unindo ao Prefeito e sendo cúmplice de uma Administração corrupta e antidemocrática.
 3 - Certa vez integrantes dos movimentos de rua, aproveitando um manifesto que ocorria naquele dia, ocuparam a Câmara de Vereadores por uma semana em retaliação ao péssimo governo do Prefeito Valdomiro Lopes e aos seguidos ataques dos Vereadores da base governista ao Meio Ambiente por inserções de áreas no perímetro urbano da cidade.
 4 - Na ocupação da Câmara participaram muitos companheiros de igual importância, porém para o entendimento da situação citamos Paulo César da AAMA (Associação Amigos dos Mananciais), Marcondes já não gostava de Paulo muito antes da ocupação e a situação se agravou quando em uma das Sessões Ordinárias da Câmara o representante da AAMA, em repúdio a mais uma inserção de área no perímetro urbano, sentou-se no espaço onde ficavam os Vereadores.
 5 - Algum tempo depois, em outra Sessão da Casa Legislativa, o Vereador Jean Charles propôs um projeto que tornaria a AAMA de Utilidade Pública, pelo importante trabalho que realiza frente ao Meio Ambiente de nossa cidade, muitas das ações em convênio com a própria Prefeitura, porém Fábio Marcondes, usando de sua influência como líder do governo na Câmara, derrubou o projeto de Lei que favoreceria nossas florestas e rios.
 6 - Na tribuna da Câmara Marcondes alegou que seus motivos para não aprovação da AAMA era a pessoa de Paulo César, sua participação na ocupação e a atitude de sentar-se no chão da plenária, também chama Paulo de despreparado e desequilibrado.
 7 - Em retaliação a esta atitude os movimentos populares mobilizaram uma ação de repúdio contra Marcondes no calçadão de Rio Preto, coletando assinaturas de apoio a AAMA e orientando os cidadãos da importância de proteger o Meio Ambiente. Em resposta o Vereador publicou nota no jornal Diário da Região chamando os integrantes desses movimentos de baderneiros, drogados e exaltando os valores de Deus e da família.
 8 - E ontem, após a 39ª Sessão da Câmara, Marcondes foi questionado por ativistas a respeito de sua articulação que prejudicou o Meio Ambiente de nossa cidade, o Vereador respondeu que “não deve satisfação a ninguém” e saiu, neste momento os manifestantes tentaram entregá-lo o “troféu motosserra”, feito de PAPELÃO, conforme andava os munícipes o seguiam questionando, vendo que não conseguiriam a atenção do Vereador o objeto foi atirado em sua direção, foi neste momento que Marcondes se transtorna e começa a agir com agressividade, muitas frases, ameaças de prisão e início de truculência da Guarda Municipal.
 9 - O Vereador a todo o momento chama os manifestantes de “desonestos”, neste instante o jovem de 17 anos aparece e diz: “seja você primeiro honesto”, por essa frase o menino é covardemente agredido com um tapa no rosto, a Guarda Municipal e a Polícia Militar ao invés de proteger o menor, como reza o ECA (Estatuto da Criança e Adolescente), protegeram o nobre Vereador Fábio Marcondes, que saiu tranquilamente, escoltado por entes da Segurança Pública e seus capangas. O vídeo na integra foi anexado para que o povo rio-pretense saiba a verdade, pois Marcondes já usou a mídia para distorcer o que realmente aconteceu. Em seu Boletim de Ocorrência afirmou que recebeu cusparadas e foi agredido fisicamente, sua versão já circula nos principais meios de comunicação de Rio Preto, por isso cidadão, cuidado, analise os fatos para não ser enganado!
 Somos uma Mídia Livre, isenta de qualquer tipo de interesse ou favorecimento político-partidário, expomos nesta narrativa apenas a REALIDADE dos fatos, as provas estão disponíveis a quem tiver interesse, vale ressaltar que Marcondes excluiu todos os seus perfis da internet.
 Agora aprecie o espetáculo promovido pelo líder da base do governo Valdomiro Lopes na Câmara e lembre-se: o voto é a nossa maior arma! Antes um poema para relaxar: Madeira é feita de árvore, papelão (reciclado) também A motosserra serve pra cortar árvore Por isso Marcondes mereceu uma como homenagem Madeira é madeira e papelão é papelão. Mas papelão foi atitude de Marcondes no final da Sessão.