Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Ceará: Propaganda explora eroticidade infantil

http://bit.ly/16iEW8Z - Uma marca de roupas do Ceará usou uma menina de 3 anos em poses consideradas erotizadas, com roupas de adulto. A mãe da menina se defende e diz que foi "criada tempestade em copo d'água". O que você acha sobre essa polêmica?

É o inevitável. As crianças são vistas a tempos como o novíssimo mercado a ser explorado pela publicidade; como as crianças deixaram de ter importância moral pros adultos, que veem nelas apenas uma transição entre gerações que ainda não conseguem lidar com o fato incerto de não ter filhos, era esperado que o mercado pegasse essa fatia de consumidores. Tendo em vista que as crianças são educadas nas creches e o comportamento dos pais é sempre dar o máximo de autonomia pra elas, pois isso os libera, os pais, de compromissos pouco rentáveis ou prazerosos, as crianças assumem mais essa autonomia e se veem cada vez mais fortemente como donas de si mesmas. Nos EUA elas influenciam em mais de 80% o consumo familiar, ou seja, elas que mandam na grana; assim é imperioso dar a elas autonomia e consciência disso. O outro lado é que sexualizar a infância é a melhor maneira de conseguir o apoio dos adultos pra causa, tendo em vista que o vetor de interesse social dos adultos e explorado pela publicidade é sexo e erotismo. A Renner e outras vendem sutiãs com bojo pra garotas de 3, 4, 5 anos. Miss brasil, miss mundo infantil e salão de beleza pra criança completa o quadro.

Nenhum comentário: