Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

segunda-feira, 19 de março de 2012

Um pouco sobre amor


Para mim amor é tudo aquilo que me liga a pessoa que amo. Parceria nos projetos da vida, meus e dela. Cumplicidade com o desenvolvimento e amadurecimento do outro. Capacidade de entender, aliás, mais que entender querer entender, as razões, os medos, os receios e o que faz a alegria de existir da pessoa que amamos.
Amor é reconhecer que a dois é melhor do que sozinho; é ser maduro para ir fundo nos sentimentos, entregar-se sem medo, deixar o outro tomar conta da gente por meio do amor. Amor não é dominar, não é podar, não é impor condições. Amar é saber dizer sim, é saber dizer não, é saber mudar e ajudar o outro a entender nossas mudanças, é abrir-se para entender as mudanças do outro. Amor é fazer qualquer coisa, é não fazer nada, é entender que para que exista amor basta apenas que se queira. Amor não precisa de nada novo todo dia, não precisa de surpresa todo tempo, amor precisa de carinho, presença, precisa do olho no olho, precisa saber que amando estamos bem.
Amar também é sofrer, ter medo, se angustiar. Amar também é perder as forças, desistir, mas é voltar, acreditar novamente. Amar não é fogo de artifício todo dia, amar é entender a riqueza do cotidiano, da rotina. Amor não é festa, é trabalho. Amor não é aventura é cuidado. Amar é cuidar do amor a quem se ama.
Amar não é ter certeza sobre o amor, é ter certeza que sem amor não dá. Amar é namoro, é estar juntos, é olhar na mesma direção, é discordar, mas sabendo por que se discorda. Amar é ser sincero, é reconhecer os próprios medos, os próprios desejos. Amar é indicação de maturidade, é colocar os sentimentos profundos acima de desejos provisórios. Pessoas que amam amadurecem, se conhecem, distinguem os sentimentos duradouros e os projetos de uma vida dos convites passageiros, das conquistas ilusórias, das vitórias egocêntricas.
Amar é caminhar pela vida com um GPS, quem ama sabe para onde vai e com quem. Quem sabe para onde vai sabe o quer. Quem sabe o que quer não perde tempo, nem energia. Não desperdiça a vida trocando de caminhos, de companhia, de direção. Amar não é pensar igual, nem querer as mesmas coisas, amar é olhar na mesma direção. Amar é ter os mesmos valores, ter os mesmos valores não é crer na mesma coisa, é simplesmente entender o que é fundamental numa vida.
Amar é a sabedoria de entender que a dois é mais profundo. Não há vida sem profundidade. 

Nenhum comentário: