Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

sábado, 10 de dezembro de 2011

Árvores de condomínio de luxo são envenenadas em Rio Preto, SP


09/12/2011 12h30 - Atualizado em 09/12/2011 17h40

Árvores de condomínio de luxo são envenenadas em Rio Preto, SP

Polícia Ambiental poderá multar o local se autor não for identificado.
Um tipo de agrotóxico foi utilizado para cometer o crime.

Árvores centenárias de um condomínio de luxo em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, estão sendo envenenadas. A Polícia Ambiental foi chamada, mas até agora ninguém sabe o autor do crime contra a natureza. O Ministério Público também entrou no caso.
O condomínio é o Débora Cristina, na zona sul da cidade. Em uma das áreas do local, galhos secos e raízes apodrecidas. As árvores foram envenenadas e cinco delas – da espécie oitis – morreram em menos de um mês. Elas são usadas para arborização urbana.
Árvore de médio porte, o oiti produz uma sombra agradável. Por isso, as mudas das árvores são muito procuradas pelos moradores. A Polícia Ambiental fez um laudo de vistoria que comprovou que as árvores foram envenenadas com um agrotóxico. Como o autor não foi identificado, o condomínio será multado em R$ 2,5 mil.
A síndica do local, Alice Souza Netinho não falou com a reportagem. O administrador do condomínio, Edson José Souza, também não falou sobre o assunto. Os moradores cobraram providências e o Ministério Público foi acionado. O promotor Carlos Menezelo Romani determinou a abertura de inquérito policial para apurar o envenenamento das árvores.

Nenhum comentário: