Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

500 Mil??

Rio Preto Lixeiras e bancos custam R$ 500 mil

Jocelito Paganelli

 

Edvaldo Santos
Lima diz que material precisa ser de concreto para resistir a vândalos
O prefeito Valdomiro Lopes (PSB) vai gastar quase R$ 500 mil na compra de lixeiras e bancos de concretos. Os adornos serão colocados em praças da cidade e na Represa Municipal. A compra será feita pela Secretaria do Meio Ambiente. De acordo com a licitação encerrada na última terça-feira (dia 11), serão adquiridos 500 bancos e 500 lixeiras.

Cada banco de concreto vai custar R$ 429 aos cofres públicos e cada lixeira custará R$ 544. Os bancos serão fornecidos à Prefeitura pela empresa Design Urbano Construções. Já as lixeiras serão produzidas pela Delta Engenharia, Indústria e Comércio de Mobiliários Urbanos. Os adornos serão fornecidos no período de um ano e valor total da compra chegou a R$ 486,5 mil.

Procurado pela reportagem para comentar a necessidade da aquisição, o secretário do Meio Ambiente, Lima Bueno, afirmou que seriam comprados apenas bancos e lixeiras para a Represa Municipal, mas a Prefeitura decidiu ampliar a quantidade de produtos a ser adquirida para atender a demanda de outras secretarias municipais. “As lixeiras são semelhantes àquelas que já estão instaladas no lago 2 da Represa Municipal”, disse.

Lima Bueno afirmou que as lixeiras e os bancos serão instalados conforme solicitação das demais secretarias da Prefeitura. Ele afirmou que ainda não foram definidas as praças que receberão os adornos. Sobre os valores gastos na compra, o secretário explicou que os produtos de concreto são mais resistentes. “Esse tipo de lixeira, que já existe na Represa Municipal foi o único que resistiu à ação dos vândalos”, afirmou.

O secretário adiantou que parte dos produtos comprados será destinada para o lago 1 da Represa - em frente à Swift -, que será urbanizado e também para o lago 3, em frente aos condomínios Damha, onde a Prefeitura já construiu uma pista de caminhada e uma ciclovia. A compra dos adornos foi feito por meio de pregão presencial. A Prefeitura previa gastos de até R$ 621 mil com os produtos. O contrato para o fornecimento dos bancos e das lixeiras deverá ser assinado na próxima semana. A partir da assinatura, as empresas terão 15 dias para entregar as primeiras peças produzidas.

Padrão

As lixeiras e os bancos deverão seguir o modelo apresentado pela Prefeitura no edital da licitação. Cada lixeira terá 1 metro de altura e capacidade de 90 litros, além de um dispositivo de metal para a coleta do lixo. Os bancos terão aproximadamente 1 metro de comprimento. A Prefeitura exigiu que os bancos e as lixeiras fossem confeccionados em concreto armado e envernizados.

Nenhum comentário: