Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

terça-feira, 7 de junho de 2011

Omoristas Repórter entrevista Palloci

Omoristas Repórter entrevista Palloci

Estamos aqui novamente pessoa. E olha, este caso está sendo polêmico em todo o Brasil. Enquanto alguns estão com raiva e criticando, o nosso papel é tentar tirar proveito com entrevistas fictícias e piadas.  

Bom, vamos lá:


Tá acontecendo uma briga, e muitos políticos estão pedindo ao ministro da Casa Civil, Antonio Palocci, a dar explicações à sociedade sobre o aumento do seu patrimônio. (dizem as mas línguas que foram em mais de 20 vezes).

A crise envolvendo Antonio Palocci, um dos principais ministros do governo Dilma, começou após a revelação de que seu patrimônio multiplicou 20 vezes nos últimos quatro anos, período em que atuou como consultor, segundo o jornal Folha de S. Paulo. Na sequência de suspeitas, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) relatou que Palocci teria confirmado que ganhou R$ 1 milhão assessorando um processo de fusão de empresas no setor privado. O problema é que ninguém tá assumindo que foi assessorado por ele, e o ministro, também não quer revelar sobre seus clientes.

Bom, não vamos criticar, pois essa coluna é totalmente contra as criticas, haha! Agora, como vamos falar de um cara que fez o que a Bíblia pede: 

Crescei-vos e multiplicai-vos” (Gn 1, 28). 

Então, não podemos criticá-lo, ele fez o que foi pedido. O que podemos fazer é beatificá-lo, pois, só existem duas pessoas que conseguiram fazer o MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO: ele e Jesus. 


Mas, não só, a Toda Poderosa Globo que fez uma entrevista com ele. O Omoristas Repórter foi atrás, e conseguiu uma entrevista exclusiva com o todo poderoso multiplicador.

Omoristas: Palloci, o que você tem a dizer aos brasileiros e a todos que estão te criticando sobre a multiplicação do seu dinheiro?

Palloci: Que dó, que dó, que dóóóóó, das formiguinhas (brasileiros). Que dó, que dó, que dóóóóóóóóóóóó Brasil...

Bom, ele só disse isso. Assim, terminamos mais uma matéria. Espero que tenham gostado.
Grande abraço!

Nenhum comentário: