Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Palestra

Ministrarei palestra Sábado em Guarapari ES, "Fundamentos de política e Brasil Contemporâneo". 


Não é possível sentido na vida sem que a vida tenha um sentido coletivo



Dou aula de sociologia há pelo menos dez anos, sempre trabalhando temas contemporâneos. Amores, desilusões, vida profissional, escola, formação universitária, felicidade, sucesso, realização profissional, família, casamento, temas e mais temas que conformam a vida de todos neste mundão de meu deus.
Mas ontem numa classe de terceiro ano, achei o pessoal meio pra baixo. Perguntei o problema, o pessoal nada dizia, caladões, apenas me disseram que estavam desanimados. Falei algumas coisas sobre desânimo, luta as contradições etc, mas como o dia era de prova não fui longe.
Mas no fim da aula me chegou um aluno e me disse que o pessoal estava mais perdido que cego em tiroteio, sem saber o que fazer da vida, desconfiados sobre as escolhas que estavam fazendo, nenhuma certeza sobre coisa alguma, tristes numa vida que parecia não tinha sentido algum.
Estranho por que momentos depois dessa aula já na sala dos professores uma professora me confessava os mesmos sentimentos e que estava mal, na verdade já um pouco melhor, mas que a meses vinha se sentindo sozinha no mundo.
Os sentimentos relatados pelo aluno e que eu senti lá na classe caminham juntos com o tema da disciplina que é mesmo a vida na pós-modernidade.
Mas de repente a teoria encontrou nos alunos a sua realidade. Nunca havia acontecido isso. Os alunos são esperançosos demais, otimistas e confiantes para acreditarem ou levarem totalmente a serio minhas explicações teóricas de sociologia.
Mas de repente os alunos me aparecem repetindo que estavam sentindo a vida mais ou menos como eu falava nas aulas via sociologia.
Me pediram uma aula semana que vem sobre a questão. Vou falar o que disse para a professora desanimada que encontrei.
Não é possível sentido na vida sem que a vida tenha um sentido coletivo. Ou fazemos parte da vida de todos e lutamos por uma vida melhor para todos, ou sozinhos na vida nada seremos, e pior, nenhum sentido na vida encontraremos.

Nenhum comentário: