Pular para o conteúdo principal

ANÚNCIO:

Enviado por João Camargo da Silva
ANÚNCIO:

 O dono de um pequeno comércio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua:
-Sr Bilac, estou querendo vender meu sítio, que o senhor tao bem conhece.
Será que o senhor poderia redigir o anúncio para o jornal?
Olavo Bilac apanhou um papel e escreveu:


"Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso
  arvoredo,cortada por cristalinas e marejantes águas de um ribeirao.
  A casa banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranqüila das tardes, na varanda".

Meses depois, topa o poeta com o homem e pergunta-lhe se havia vendido o sítio.

-Nem penso mais nisso... -disse o homem... - quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha!


As vezes nao descobrimos as coisas boas que temos conosco e vamos longe atrás de miragens e falsos tesouros.

Valorize o que voce tem, a pessoa que está ao seu lado, os amigos que estao perto de voce; seu emprego, o conhecimento que voce adquiriu; sua saúde; o sorriso e tudo aquilo que Deus nos proporciona diariamente em nossas vidas...


 
Boa semana a todos!

Comentários

Leandro Cássio disse…
muito bom!!! o Ser(Ter)-Humano tem o costume de achar o Jardim do vizinho mais verde que o nosso,quando na realidade é ilusão!

Leandro Cássio
@leandrocassio_

Postagens mais visitadas deste blog

Se o mundo tivesse 100 pessoas LEGENDADO (premio Cannes)

Ter pinto é crime

Luciano Alvarenga
Uma coisa é o movimento feminista, outra, são as mulheres. Feministas gostam de política, ou pelo menos de terem contra o que levantar suas bandeiras de ódio; mulheres gostam de homens e de uma vida alem da política. O movimento feminista foi desde o princípio, pelo menos aquilo que se pode chamar assim, nos anos 1950, não em direção as mulheres, mas contra os homens. O homem sempre foi o alvo do movimento; não se trata de libertar a mulher seja do que for que se imagine ela precise ser liberta, mas de constranger o masculino de tal forma que o movimento feminista, não as mulheres, tenha mais e mais poder. Aliás, o movimento feminista não está nem ai com as mulheres, basta ver o absoluto silêncio desse movimento em relação à presença de um jogador de vôlei masculino (há quem acredite que lhe terem amputado o pênis e convertê-lo numa vagina, o tornou mulher, kkkkk) num time feminino, sem que isso cause o menor constrangimento político no movimento feminista (aqui é mais…

Sem chão nem utopia

Luciano Alvarenga A grande promessa da modernidade foi oferecer liberdade contra tudo e qualquer coisa que pudesse impedir os indivíduos de fruírem a vida sem amarras. Podemos dizer que, tal liberdade foi conquistada plenamente, e ainda que alguns resquícios de passado, com suas imposições e limites ainda resistam, derretem rapidamente nesse momento; não deixando atrás de si nada que possa servir como estandarte pra novas rebeliões. Não há contra o quê se rebelar. Todos os sólidos do passado, seja moral ou secular, estão liquefeitos; ao indivíduo resta apenas o destino de se guiar, tendo a si mesmo como referência. Ao mesmo tempo em que goza de todas as liberdades, vividas ou sonhadas, realizadas ou posta como possibilidade, o que se desenha nas pegadas daquele indivíduo é o medo, o receio, a insegurança, a incerteza em relação a si mesmo e aos seus destinos possíveis. A própria ideia de destino nada mais é que uma imagem, uma ilusão de quem ainda pensa que se guia de acordo com alguma r…