Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

sexta-feira, 25 de março de 2011

Paraibuna e a destruição da Igreja Matriz

Luciano,
Abaixo vai um texto para sua apreciação.
Se vc quiser pode postar no seu Blog. Ou se quiser escreva outro texto usando o tema.
Se publicá-lo seria interessante um comentário (ou outro texto) seu sobre o problema, já que vc valoriza nossa história, nosso patrimonio..
Abraço.

 
DELENDA EST...
Fica aqui, pelo menos, registrado a indignação de muitos de nossa população paraibunense.  A Igreja Matriz de Paraibuna tem mais de 120 anos de construção e muita coisa dela já foi descaracterizada no decorrer da segunda metade o seculo XX, num tempo em que "preservação" não fazia parte da consciência coletiva. Numa das reformas foram trocados os azulejos da parte frontal, há mais de 50 anos, São desenhos artísticos em azulejos, importados de Portugal em meados da decada de 50. Alguns destes azulejos estavam se soltando e exigindo reparo. Ao invés de se reparar o local das peças onde a parede está defeituosa por infiltração, resolveram remover toda a fachada e colocar azulejos que serão iguais mas não tão iguais assim. Não tem historia, não tem arte, é apenas uma copia, ou cópia de uma arte. Seriam úteis na substituição de algumas peças mas não a parede toda. E os azulejos que estão sendo retirados tem que ser a base de marretadas pois não estão tão soltos assim. (A visão é muito simplista:"A perna está ferida? Cortem-na e coloquem uma prótese) Infelizmente não temos um Conselho de Patrimonio Histórico ativo para cuidar disso em nosso Municipio. Não há vontade suficiente para isso e os cidadãos de mais representatividade no assunto “não tem tempo”; falta consciência de cidadania. Mas para muitos cabe pelo menos a indignação por reconhecer um valor histórico no patrimonio da cidade. Isso num momento em que vemos São Luis do Paraitinga, municipio tambem do Vale do Paraiba, reconstruindo sua cidade e preservando partes de parede em taipa de uma Igreja, pelo seu valor histórico. A indignação é grande mas nossa cultura ainda é um pouco coronelista e a maior parte dos indignados tem receio de contrariar as autoridades constituídas (política ou religiosa). Aí choramos agora e ficamos lamentando depois, ao vermos o clone dos azulejos fixados na parede. O problema é urgente pois já detonaram o lado direito à Torre. Se não houver pressão vai o outro lado, também, para a caixa de entulhos, pois os azulejos estão tão fixos que não sai nenhum inteiro. Talvez só o Ministério Público. Vejam o video: http://www.vnews.com.br/video.php?id=9861.

Nenhum comentário: