Pular para o conteúdo principal

Economia verde, ou, outra economia?

Instituto Ethos e o novo modelo para a economia

Por Antonio Sisoto
Instituto Ethos propõe novo modelo de economia



Uma economia inclusiva, verde e responsável, que tenha como objetivo promover a transição da economia atual para um modelo que contemple esses três aspectos, é o que propõe o documento lançado pelo Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social.
O Instituto também pede a revisão do sistema tributário e diretrizes em relação aos gastos e investimentos públicos para desenvolver o mercado de tecnologia, produtos e serviços sustentáveis, e para fomento da pesquisa e investimento em inovação.

Desafio da sociedade brasileira
O presidente do Instituto Ethos, Jorge Abrahão, disse que a sociedade brasileira vive um momento de desafio muito grande no qual é preciso dar uma resposta do ponto de vista de modelo de organização. As propostas foram construídas junto com as empresas enfocando as questões sociais.
"Evidentemente só tem sentido propor um desenvolvimento do país se esse desenvolvimento gerar erradicação da pobreza, melhoria da qualidade de vida das pessoas, redução da desigualdade social," disse Abrahão.
Ele explicou que essas propostas e sua execução devem ocorrer com base na transparência dos processos numa relação aberta entre os governos, as empresas e os trabalhadores: "Integrar essas questões é o que nós vamos fazer a partir de agora, detalhando para incentivar que mais empresas se agreguem, e vamos dialogar com o governo a fim de que comecemos um movimento para que se possa transitar para esse novo modelo econômico".
Abrahão disse que as estratégias que já estão delineadas a partir da ideia de integração, mas que as ações específicas começarão a ser traçadas agora pelas empresas que aderiram ao projeto: "As empresas criarão práticas empresariais nas quais poderão desenvolver esses processos internamente, e servindo como exemplo para outras empresas, e depois trabalhando a questão com os governos. A ideia é que esse conhecimento adquirido e essas práticas possam se tornar políticas públicas".
Sustentabilidade
O gerente executivo de Sustentabilidade da Suzano, Alexandre Di Ciero, afirmou que as propostas são um desafio porque mesmo que o assunto seja discutido mundialmente há bastante tempo, ainda permanece sendo um discurso: "Temos agora como meta conseguir fazer com que a sociedade passe a entender a importância disso e transforme esse discurso em ações práticas".
Di Ciero ressaltou que para tirar esse tipo de discurso do papel é preciso que haja uma direção estabelecida porque movimentos isolados tendem a perder a convergência: "O que é importante em uma plataforma dessas é tentar convergir assuntos importantes, trazendo vários segmentos da sociedade para discutir. Aí conseguiremos fazer com que saia do abstrato e comece a ter ações".
O presidente do Walmart, Marcos Samaha, afirmou que a empresa já trabalha em torno das metas estabelecidas pelo documento lançado hoje, mas, mesmo assim, a intenção é contagiar e envolver outras empresas e mobilizar os clientes e funcionários.
"Obviamente que ser mais verde, inclusivo e responsável são metas que nos impomos há muitos anos e queremos garantir, por meio do apoio a essa plataforma, que esse contágio avance para muito mais empresas", disse.

Comentários

jacques disse…
UMA SOLUÇÃO INTERESSANTE PARA CÍLIOS E SOBRANCELHAS CURTOS, COM FALHAS, PROBLEMAS DE CRESCIMENTO , PROBLEMAS DE QUEDA OU FRÁGEIS


TRATAMENTO COM EFICÁCIA , LUXO E GLAMOUR

ECRINAL DA FRANÇA, SOFISTICADA E ESPECIALIZADA na nutrição dos cílios e sobrancelhas fragilizadas através de uma ação direta no bulbo ciliar, local de formação dos cílios e sobrancelhas. E bastante interessante.

Essa ação pode ser descrita cientificamente da seguinte forma:

Em resumo, o ativo patenteado da linha ecrinal, o A.N.P.® age sobre a papila dérmica, ativando a produção de grupamentos S-H, proporcionando um metabolismo ativo, indispensável à síntese de metionina e cisteína, aminoácidos que constituem essencialmente os fâneros (cabelos, cílios, sobrancelhas e unhas).

O produto é usado a noite antes do deitar.

A EMPRESA E LÍDER DE MERCADO NA FRANÇA E OS PRODUTOS SÃO TAMBÉM PRESCRITOS POR DERMATOLOGISTAS.

A linha oferece também RIMEL NUTRITIVO E VOLUMADOR de cílios para uso de dia .

O resultado e simplesmente glamouroso como a origem dos produtos, produzidos em Mônaco, na Rivieira Francesa .


VC VAI ADORAR.............................


Consulte os sites ( são sites técnicos e não de venda )

ecrinal.com ( francês e Inglês )
asepta.com ( da França )
ASEPTA.COM.BR ( NO BRASIL )

No site asepta.com.br na pagina "parceiros" ha inúmeras opções onde comprar.
A Época Cosméticos no Rio, Drogaria Iguatemi em São Paulo e outros têm esses produtos à venda inclusive pela internet (dermexpress, dermatan, pharmaweb,... )


espero ter contribuído de alguma forma

Postagens mais visitadas deste blog

Se o mundo tivesse 100 pessoas LEGENDADO (premio Cannes)

Ter pinto é crime

Luciano Alvarenga
Uma coisa é o movimento feminista, outra, são as mulheres. Feministas gostam de política, ou pelo menos de terem contra o que levantar suas bandeiras de ódio; mulheres gostam de homens e de uma vida alem da política. O movimento feminista foi desde o princípio, pelo menos aquilo que se pode chamar assim, nos anos 1950, não em direção as mulheres, mas contra os homens. O homem sempre foi o alvo do movimento; não se trata de libertar a mulher seja do que for que se imagine ela precise ser liberta, mas de constranger o masculino de tal forma que o movimento feminista, não as mulheres, tenha mais e mais poder. Aliás, o movimento feminista não está nem ai com as mulheres, basta ver o absoluto silêncio desse movimento em relação à presença de um jogador de vôlei masculino (há quem acredite que lhe terem amputado o pênis e convertê-lo numa vagina, o tornou mulher, kkkkk) num time feminino, sem que isso cause o menor constrangimento político no movimento feminista (aqui é mais…

Sem chão nem utopia

Luciano Alvarenga A grande promessa da modernidade foi oferecer liberdade contra tudo e qualquer coisa que pudesse impedir os indivíduos de fruírem a vida sem amarras. Podemos dizer que, tal liberdade foi conquistada plenamente, e ainda que alguns resquícios de passado, com suas imposições e limites ainda resistam, derretem rapidamente nesse momento; não deixando atrás de si nada que possa servir como estandarte pra novas rebeliões. Não há contra o quê se rebelar. Todos os sólidos do passado, seja moral ou secular, estão liquefeitos; ao indivíduo resta apenas o destino de se guiar, tendo a si mesmo como referência. Ao mesmo tempo em que goza de todas as liberdades, vividas ou sonhadas, realizadas ou posta como possibilidade, o que se desenha nas pegadas daquele indivíduo é o medo, o receio, a insegurança, a incerteza em relação a si mesmo e aos seus destinos possíveis. A própria ideia de destino nada mais é que uma imagem, uma ilusão de quem ainda pensa que se guia de acordo com alguma r…