Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Putzz...

Enviado por Leandra Alvarenga
 
MEC reprova 36 dos 99 cursos das faculdades do Vale do Paraíba Paulista

 
Avaliação pode orientar alunos na hora de fazer a escolha da faculdade
Carolina Teodora
São José dos Campos


Avaliação preliminar do MEC (Ministério da Educação) faz um alerta aos futuros universitários: 36 dos 99 cursos de graduação oferecidos na região são considerados péssimos.

O grupo de cursos com ‘sinal vermelho’ atendem 10.124 alunos e obtiveram nota 1 no CPC (Conceito Preliminar de Curso), que vai até 5. Os dados relativos a 2009 foram divulgados na última semana pelo ministério.


Na lista, está o curso de Medicina da Unitau (Universidade de Taubaté) --único oferecido na região-- e o de Design da Univap (Universidade do Vale do Paraíba), em São José.


Um total de 12 faculdades particulares de seis principais cidades do Vale --São José, Taubaté, Jacareí, Caraguá, Guará, e Lorena -- apresentam problemas em determinados cursos. O MEC informou que o conceito é uma ferramenta de aferição do ensino para os estudantes utilizarem antes da escolha da universidade.
Para definir o CPC, é utilizado informações relativas a infraestrutura e instalações físicas da instituição, recursos didático-pedagógicos e corpo docente. Também é considerado o desempenho dos estudantes no Enade.


Avaliação. Para o professor Dermeval Saviani, especialista em educação da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), é preciso que haja uma reviravolta no sistema de ensino.


“As faculdades privadas aumentaram muito e hoje são a única possibilidade da maioria da população ingressar no ensino superior. Só que para preencher todas as vagas, elas cobram cada vez menos o que reflete de forma direta na qualidade do ensino”, afirmou o especialista.

José Roberto Covac, diretor-jurídico do Semesp, sindicato das faculdades particulares no Estado. Segundo ele, o conceito não representa a realidade.
“Esse conceito é preliminar, como o próprio nome diz, e depende do resultado do aluno, que pode boicotar os dados”, afirmou.

Outro lado. A Univap informou que no IGC (Índice Geral de Cursos) obteve desempenho 3, na avaliação que também segue até 5. De acordo com a Univap, esta nota é considerada ‘razoável’.


A Unitau (Universidade de Taubaté) informou que vai analisar o resultado do CPC.
“Os resultados estão sendo analisados pela pró-reitoria de graduação, juntamente com os coordenadores pedagógicos, no intuito de estabelecer ações que auxiliem no constante aprimoramento dos cursos’.


A Unip (Universidade Paulista) que teve 11 cursos reprovados -o maior número se comparado com outras faculdade do Vale-- não comentou.
A Anhanguera informou que já está promovendo melhorias nos cursos e que ‘não poupará esforços para cumprir as exigências do MEC’. Segundo a faculdade, todos os cursos estão dentro do padrão.


A Fatea (Faculdades Integradas Teresa D´Avila) informou que em nova avaliação feita ano passado a nota dos três cursos citados na reportagem aumentaram. A faculdade teve nota 4 no Conceito Institucional do MEC.

CURSOS CONSIDERADOS PÉSSIMOS


São José
Univap (Universidade do Vale do Paraíba) - Design
Unip (Universidade Paulista: Nutrição, Engenharia, Tecnologia em Automação, Farmácia, Enfermagem, Computação e Informática, Psicologia, Tecnologia em Redes de Computação e Tecnologia em Gestão Financeira
Faculdade Anhanguera - Tecnologia em Marketing e Tecnologia em Gestão de Recursos
Faculdade Faetec (Faculdade de Educação Thereza Porto Marques) - Pedagogia e Tecnologia em Redes
Faculdade Inesp - Administração

Taubaté
Unitau (Universidade de Taubaté) - Direito, Psicologia, Tecnologia em Gestão de Recursos e Medicina
Faculdade Anhanguera - Tecnologia em Gestão de Recursos e Administração


Jacareí
Faetec (Faculdade de Tecnologia Thereza Porto Marques) - Tecnologia em Redes de Computação e Pedagogia
Faculdade Inesp- Administração


Caraguatatuba
Módulo (Centro Universitário Módulo) - Biologia, Direito e Administração

Lorena
Unisal (Centro Universitário Salesiano de São Paulo) --Computação e Matemática
Fatea (Faculdades Integradas Teresa D´Avila) Pedagogia, e Enfermagem e Biologia


Guaratinguetá
Faceag (Ciências Contábeis e Administração

Alunos atendidos
Esses 36 cursos de 12 faculdades atendem hoje 10.124 estudantes da região


Opinião
Para especialista, preços baixos cobrados pelas faculdades particulares para preencher todas as vagas têm reflexo direto na qualidade de ensino

Nenhum comentário: