Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Não há democracia no silêncio

Rio Preto
Passei minhas férias na cidade onde minha família mora no Vale do Paraíba. Cidade pequena com algo em torno de 15 mil habitantes, a vida é pacata, mas as limitações são muitas. Quem já morou em uma cidade pequena sabe do que estou falando.
Um dos grandes problemas em cidades deste tipo é que falar, reclamar, criticar pode resultar em perseguições políticas, perda de emprego e mais fragilidade ainda. Disso resulta que nestas cidades todos sabem quais são os problemas, mas pouco tem a coragem de enfrentar o poder público e pagar o preço das conseqüências.
Mas e quando falamos em cidades maiores como Rio Preto, que possui mídia, jornais, radio, TV, e é possível fazer criticas anonimamente? A qualidade dos serviços públicos, a seriedade com que são realizados, a moralidade dos funcionários e a forma como os políticos agem pode ser muito bem acompanhada seja pela imprensa como por conseqüência pela população.
Nesse sentido, a população deve ser fiscal do poder público, deve sim denunciar os erros, informar a imprensa a respeito de problemas que precisam ser corrigidos. Entrar em contato com a imprensa e denunciar, mesmo que anonimamente, é fundamental para a correção dos rumos numa cidade.
Em cidades pequenas não existe imprensa, quando existe é subordinada aos políticos de plantão, e a população pouco pode fazer contra os desmandos dos poderosos. Ligue, denuncie, fotografe e mande as fotos para o jornal, mas não fique calado.
Democracia é a possibilidade aberta de poder falar, e no Brasil ainda não podemos falar abertamente sem sermos perseguidos, pelo menos nesse interiorsão brasileiro, mas você pode falar anonimamente via jornais e imprensa em geral.
Quem mais afeta a vida do cidadão?, o poder público, para o bem e para o mal. Quem é o poder público, são os funcionários, vereadores, prefeito, pessoas e empresas ligadas a prefeitura e que a ela prestam serviços. Estas pessoas é que podem ser o bem ou mal para as pessoas da cidade. Assim denunciar é ao mesmo tempo fortalecer a democracia e nosso direito de falarmos sem sermos perseguidos, como ainda acontece em cidades pequenas, mas também a maneira de mostrarmos que estamos atentos e alertas para o que acontece em nossa cidade. E quando falo cidade, quero dizer nosso bairro, nossa rua. Cada um vigia sua rua, e estaremos todos vigiando a cidade.
Os políticos precisam aprender que são serviçais da cidade, são empregados dela, e que devem servi-la da melhor maneira possível, por isso é fundamental votarmos certo e em pessoas preparadas para cargos públicos, por que só assim teremos uma cidade melhor e um poder público que serve e é aliado da cidade e não seu inimigo como muitas vezes vemos acontecer. Luciano Alvarenga

Nenhum comentário: