Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Você tem um amante?


Existem pessoas que apresentam alguns sintomas, como insônia, depressão, apatia, que tem uma vida sem graça, que não sentem como ocupar o tempo livre, que já perderam em tudo, as esperanças, e depois de escutá-las, apesar de não dizer, e isso será dito com o tempo, com as interpretações que vão sendo feitas, percebo que “precisam” de um amante.

Mas, o que é ter um amante? É tudo aquilo que nos apaixona e toma conta de nosso pensamento várias vezes por dia, e que nos mantém distraídos do que acontece a nossa volta, é o que nos mostra o sentido e a motivação da vida.

Por vezes encontramos nosso amante num parceiro, outras em quem mesmo não sendo um parceiro, nos desperta emoções descontroladas e loucurinhas, mas também podemos encontrá-lo em tudo que nos faça bem, e em que empregaremos nossa libido, como a música, a política, se for o caso, uma amada religião, no trabalho caritativo, no esporte, no nosso ganha pão, quando ele é uma profissão que muito nos satisfaz, no estudo, ou no prazer com um hobby muito querido, em seu animal de estimação, no cuidar, regar, falar e colocar música para suas plantas, e tenha-as em grande número em sua casa, pois a energia ficará muito boa.

É algo que nos faz namorar a vida, e que nos afasta da tristeza, da depressão, dos vícios, do tomar remédios para dormir, porque o dia não foi prazeroso, do passar de consultório em consultório médico, tomar uma gama de remédios, olhar longamente e com dor, cada ruga que nos aparece, aborrecer-se com o tempo, esteja ele como estiver, adiando possibilidades de gozar o hoje, achando que iremos achar algo melhor amanhã, é enfiar-se debaixo do cobertor o domingo todo, como válvula de escape para suas frustrações, esperando algo que não vem, pois a felicidade está dentro de nós e é feita de pequenas coisas.

Arrumem ”um amante” hoje para que a vida tenha sentido, fique gostosa de viver, que tenha sabor de “quero mais”, não importa quem ou o que seja.

Seja feliz hoje, e não jogue para depois.

Isso chama-se, em Psicanálise, mudança de comportamental, e por vezes é algo feito, de início, um pouco forçado, para depois tornar-se um hábito muito saudável, que nos trará felicidade e plena realização.

Não se contente em “ir levando” e procure o protagonista da sua vida, pois o trágico é desistir de viver, e para estar satisfeito, ativo, sentir-se sempre jovem e feliz É PRECISO NAMORAR A VIDA.

Jonia Ranali Psicanalista http://joniaranali.blogspot.com/

Nenhum comentário: