Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

John agora é Jane e usa saia, e sua mulher não o deixou

John agora é Jane e usa saia, e sua mulher não o deixou

Andrea concluiu que o pior seria perdê-lo.
Por uns tempos, a britânica Andrea Fletcher ficou preocupada com o seu marido, o escritor e jornalista John Ozimek, com quem tem um filho hoje com  cinco anos, o Rafe. (Fotos acima)

John estava estranho. Estava calado, como se estivesse alguma coisa importante a dizer – e tinha mesmo.

Andrea temeu que o seu marido fosse lhe contar que estava gravemente doente ou que tinha ia deixá-la porque tinha se apaixonado por outra mulher.

Logo após do Natal do ano passado, John afinal teve uma conversa séria com Andrea, e, pelo que ela ouviu, qualquer mulher acabaria com o casamento. Mas não ela.

John disse que ser homem lhe deixava infeliz e que, por isso, tinha decidido se tornar mulher. Passaria a se chamar Jane Fae e a vestir roupas femininas, como, de fato, ocorreu.

De início, Andrea ficou desnorteada. Ambos vivem juntos há muito tempo, e ela nunca desconfiou que pudesse haver uma mudança tão radical no comportamento do marido.

Mas Andrea decidiu continuar ao lado de John/Jane. Porque afinal o seu marido mudou de sexo, ao menos psicologicamente, mas continuou a pessoa de sempre: afável, honesto, inteligente e dedicado não só a Rafe como também a Meg, filha de 16 anos do primeiro casamento dela.

Rafe perguntou por que o seu pai estava vestindo saia. Andrea simplesmente explicou porque alguns homens são assim mesmo.

Algumas pessoas têm zombado do casal, como em um supermercado, onde o ex-John foi motivo de risos de duas moças.

Andrea ficou furiosa. Disse para as moças que eram feias e gordas. Elas se calaram.

E a vida prossegue. O menino não deixou de chamar o pai de pai e a família permanece unida e feliz.

E Andrea afirma a quem quiser ouvir que nunca pensou em abandonar a sua alma gêmea.

[Com informações do Daily Mail.]

Nenhum comentário: