Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Serra sentiu o tranco

Depois do debate da Band Dilma assumiu a dianteira e passou a determinar a agenda da campanha. Serra não esperava a Dilma no ataque e sentiu o baque. No debate da Band, Dilma desmontou a central de boatos do Serra e colou nele a responsabilidade pela boataria; de quebra responsabilizou Monica Serra, sua mulher, pela pior frase da eleição contra ela, Dilma. Serra não saiu em defesa da mulher o que foi mal avaliado nas pesquisas qualitativas feitas com eleitorado. Por fim, trouxe à tona a privataria tucana, não há tucano que resista ao tema. No debate de ontem na REDETV/FOLHA o tema da privataria voltou e com mais dados, e a eterna sombra que paira sobre o tucanato, "eles vão continuar privatizanfo ou não?". Serra entortou, para piorar o Paulo Preto que no debate da BAnd havia surgido por sugestão da Dilma, ontem voltou com mais contundêcnia com a agravante de que Serra que em um dia não conhecia e no outro disse que o PAulo Preto competente, no debate de ontem engasgou, falou de racismo e que o Paulo, se preto ele não sabia, apenas conhecia por Paulo Sousa, o que deu na mesma. Comparados números que o Serra adora e a Dilma também, se deu melhor a Dilma que certamente tem fartos números para mostrar. Serra empoleirou-se no tema da educação que em São Paulo é o mesmo que falar do demonio dentro da Igreja. Não convence por que é uma mentira; o famoso dois por professores por classe é apenas duas coisas ruins ao mesmo tempo e mal pagos.
De saída, Dilma estanca a queda nas intenções de votos, consegue a imparcialidade de Marina e retoma o clima em sua campanha que se aprumou novamente depois da péssima semana pós primeiro turno. Luciano Alvarenga

Nenhum comentário: