Redes Sociais conectam ideias e visões de mundo

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Rio Preto e Fernando Marques

Encontrei ontem meio sem querer o grande historiador e documentarista de Rio Preto Fernando Marques. Aliás, o Fernando faz um trabalho extraordinário de reconstrução da memória da cidade e recebe muito pouco apoio da sociedade e do poder público tendo em vista as importantes pesquisas que realiza.
Conversávamos sobre a cidade, sobre a destruição do patrimônio arquitetônico, sobre sua idéia de transformar a rodoviária mais a estação ferroviária e a praça da biblioteca num grande complexo comercial e rodoviáirio, em vez de mandar a rodoviária lá pro fim do mundo.
Gostei da idéia. Mas a idéia que mais gostei foi sobre as praças da cidade.
O Fernando Marques acredita que as praças nunca mais voltarão a ser o que eram, no sentido de ponto de encontro, passeio enfim, e que provavelmente continuará se transformando em ponto de tráfico e uso de drogas.
Sua idéia que achei muito boa seria a de transformar as praças, especialmente aquelas dos bairros, em lugares de serviços públicos. A idéia seria transformar as praças em pequenos poupa-tempo, cercaria as praças de forma a não descaracterizá-las totalmente, e ali, teríamos bancos, correios, despachantes e outros.
Segundo ele seria uma forma de dar nova identidade para a praça expulsando os usuários de drogas e reacendendo a vida destes espaços da cidade.
A idéia é interessante e precisa ser discutida. Aliás, o Fernando Marques fervilha de idéias, num papo rápido que tivemos na Unilago, ele saindo e eu chegando, disparou muitas idéias e projetos.
A secretaria de cultura da cidade deveria chamar o Fernando para um papo, ouvi-lo e dar a ele oportunidade para desenvolver algum dos seus projetos, quem ganhará com isso será a cidade e sua história.




Nenhum comentário: