Pular para o conteúdo principal

Postagens

Sonho e segurança

Postagens recentes

O mundo mudou

Por Luciano Alvarenga Uma causa de ansiedade, tristeza e insegurança é não compreender o mundo em que se vive. E aumenta o número de pessoas com a impressão de que não entendem o mundo onde estão. Muita gente olha o mundo a sua volta e não consegue se encaixar; não consegue saber como deve se preparar, o que deve fazer pra ter um lugar. A forma como as pessoas tem vivido, o que elas falam ou no que acreditam, causa espanto e indignação em muita gente. Por outro lado, aqueles que não se indignam com comportamentos e escolhas, sentem que estão excluídos, que não fazem parte. Há uma sensação entre os profissionais de que não fizeram o suficiente pra alcançarem reconhecimento; ou ainda, de que todo o esforço que empreenderam, de nada serviu. Sem que reconheçam, ou ainda que percebam intuitivamente, notam sua própria obsolescência. Muitos se voltam para o passado, buscam nos modelos de outrora uma forma de responder aos desafios do presente. Outros, recolhem na internet ou grande mídia…

Padrões de comportamento, part.1

Padrão de comportamento, part.2

Padrões de comportamento, part.1

Herdeiros de um sentido

Por Luciano Alvarenga

Fim de ano pode ser uma festa, tempo de encerramento, momento de comemorar ou, aliviar-se de um ano que termina. Mas pra algumas pessoas é o fim da linha; os maiores índices de suicídio são alcançados nessa época do ano. Uma pessoa que se suicida nessa época, evidentemente já vinha de um quadro de desestrutura emocional e psíquica que antecede o mês de dezembro; mas certamente o natal, ano novo e tudo o que isso significa, pesa no derradeiro momento de um suicida. E o que é que pesa exatamente. Em primeiro lugar, o estado psíquico, em geral, de um suicida é de desamparo psíquico. Nada há nele em que possa se agarrar, nada mais lhe dá sentido; a vida não tem cor e ele não vê perspectiva de mudar sua situação. O suicídio é um passo para além de onde se está, é uma forma ativa, a última, de vencer a paralisia. É um passo definitivo de alguém que não encontrou um caminho amorosamente seguro; espiritualmente palpável. O fim do ano traz à tona toda a atmosfera emocional, …

Você é imediatista?